9 de maio de 2009

Big girls don't cry

Engole o choro e cessa as lágrimas que te caem pela cara abaixo. Pára de soluçar e de te encolher no teu próprio corpo, pois não te adianta de nada e ninguém se vai importar com a tua fragilidade.
Habitua-te que o mundo é cruel e mentaliza-te que quase ninguém verá as tuas lágrimas e ouvirá os teus soluços. Incessantemente repetes o mesmo erro, mas para quê? É uma tentativa para que alguém te ajude ou apenas não sabes fazer mais nada do que chorar e lamentar-te por tudo?
Vê se cresces menina, já é tempo! Sê forte e enfrenta as coisas com determinação, pois assim vão respeitar-te e não duvidar de ti.
Eu dou-te a mão desta vez, mas será a última vez que isso acontece, pois não posso ser omnipresente e ajudar-te sempre que precisas que alguém te puxe para a realidade e abra os olhos.
Agarra-a com toda a tua força e quando te ajudar a levantar, levanta também toda a tua força interior e ergue-te como uma adulta forte e destemida, pois essas características estão dentro de ti desde que começaste a crescer, tu é que não sabes exteriorizá-las por vezes.

Vem, segue-me e mantém-te assim. Vou estar sempre aqui, mas dentro de ti. Quando estiveres perdida e desesperada, procura-me, mas cautelosamente. Lembra-te que sou a tua consciência e força, a chave para dar-te paz ou atormentar-te, dependendo da situação.

1 comentário:

moopoint disse...

isso é tudo muito verdade mas força para isso tudo nem sempre existe.. e tu sabes :)





ROUBARAM-ME OS DENTES!
(tinha de vir a parvoice claro)